Eureca! O dicionário Houaiss (2009) registra as formas aportuguesadas megabaite e gigabaite para megabyte e gigabyte. Se há baite, por que não saite? Continuemos com a opinião dos leitores:
“Vocês deveriam usar site em inglês mesmo pois acredito que é uma palavra que todos os navegadores já conhecem. É menos complicado.” Ana Maria
“Por que não falar em empréstimos? Meu voto vai para a forma site.” Joyce
“Essa ‘guerra’ contra estrangeirismos é uma verdadeira bobagem, já que são inevitáveis e se incorporam à língua, aportuguesando-se aos poucos – no início do século, havia muitas palavras francesas que foram aportuguesadas, mas não imediatamente.” José Luiz
Lembro que a forma aportuguesada é saite. Certo?
“Saite é ridículo; site é o mais apropriado, mas acho muito interessante sítio – é uma propriedade de todas as línguas de atribuir novos significados a um vocábulo.” José Luiz
“Não acho que saite seja ridículo. Afinal, se já escrevemos sem pensar duas vezes palavras como xampu, blecaute, gangue, futebol, por que não aportuguesar site também? Podemos até usar o sítio, mas com certeza aqui no Brasil não vai colar.” Fábio
Pois foi justamente ao me deparar com a palavra sítio sem um especificador que pensei não ser ela muito adequada para o meu caso [escritura de um trabalho acadêmico], pois em diversas ocasiões eu teria de mencionar um sítio sem o nome próprio (como em “sítio Língua Brasil”), e falar todas as vezes em “sítio eletrônico” seria cansativo. Teve uma frase que me chamou a atenção: “Você deve buscar essas informações no seu sítio”. Como no texto até então não se falara em internet, a primeira coisa que me veio à mente foi que o sujeito tinha uma chácara onde guardava tais informações. Depois percebi meu equívoco.
“Site enche a boca e é bonito falar. Fica sofisticado, como qualquer termo que usemos em inglês, que é a língua estrangeira da moda. Fica estranho traduzir e dizer ‘lugar’ em vez de site.” Roberto
Bem, a palavra “lugar” é apenas uma das traduções. E o termo sítio, além de chácara, pode ser aplicado a: “lugar, local, ponto, chão descoberto, terreno, povoação, fazendola, moradia rural, o campo, a roça, qualquer local do interior. [Diz-se que é do sítio quem quer que more na roça.]” – Dic. Aurélio.
Daí surgem manifestações engraçadas:
“Minha opinião com relação à maneira como se deve constar o termo na página é como SÍTIO, acho bem original e bem a cara do Brasil.” Dani
“Gosto de sítio. Para quem acha feio ou estranho, é só uma questão de costume. E dizer que sítio lembra um pedaço de terra fora da cidade é o mesmo que dizer que galo na cabeça lembra um galo no sítio.” Giovanni
Fonte: Língua Brasil